Site Autárquico Serpa

Natureza Morta

De 17 de novembro de 2022 a 31 de dezembro de 2022

O Museu do Cante Alentejano, em Serpa, acolhe a exposição “Natureza Morta”, entre 17 de novembro e 31 de dezembro de 2022, integrada na programação da Festa do Cante 2022.
A convite da Direção Regional de Cultura, o fotógrafo José M. Rodrigues, Prémio Pessoa, registou, através da sua lente e do seu olhar artístico, uma situação que a todos afeta e preocupa na região Alentejo: a destruição sistemática, em contexto de práticas agrícolas, de património cultural, desde povoados pré-históricos, monumentos megalíticos, pontes romanas, villas romanas, entre outros. Registam-se atualmente várias dezenas de monumentos e sítios destruídos, além da paisagem, de ecossistemas e de recursos da região.
A exposição, que pretende promover a sensibilização e a tomada de consciência, chamando a atenção para esta realidade que não se pode ignorar, ficará patente até 31 de dezembro.
Esta exposição é financiada através do programa Interreg, no âmbito do projeto Magalhães_ICC.
 
Org.: Câmara Municipal de Serpa e Museu do Cante Alentejano, com o apoio da Casa do Alentejo em Lisboa e da Direção Regional de Cultura do Alentejo